15 estratégias de comunicação para a sua igreja

15 estratégias de comunicação para a sua igreja

15 estratégias de comunicação para a sua igreja

Com a esperança de agilizar os processos para os líderes da igreja, essa lista mostra como igrejas prósperas se comunicam com seus membros

Sabemos que a comunicação da igreja pode parecer assustadora às vezes. Com a esperança agilizar os processos para os líderes da igreja, criamos o TOP 15 para mostrar como as igrejas prósperas se comunicam com seus fieis. Você verá que são fáceis de implementar e altamente eficazes, e sua comunicação irá pular automaticamente para o próximo nível!

Incluímos exemplos práticos em cada um dos 15 Tópicos, então, sem mais delongas, vamos começar…

#1 – Envie mensagens relevantes para as pessoas que as recebem

Famílias sem filhos não precisam receber uma mensagem sobre a viagem da juventude no próximo mês, mas estão interessadas em oportunidades futuras para pequenos grupos. Envie mensagens de acordo com o estágio de vida e dos interesses; isso não apenas mantém as pessoas envolvidas com suas mensagens, como também mostra que ainda é interação humana, não apenas um sistema automatizado.

# 2 – Crie opções para as pessoas fazerem check-in no domingo

Cada um na sua congregação vai preferir um método diferente de comunicação. Fornecer várias opções é uma oportunidade de coletar informações. Aí vão três sugestões:

  1. Bloco de notas: pode ser um caderno ou bloco de notas, desde que seja de papel impresso, para as pessoas preencherem e retornarem a você. Ótimo para se ter na recepção da igreja.
  2. Digital Connection Card: uma cópia digital do seu caderno em um tablet que pode ser preenchido na recepção, em uma sala de boas-vindas ou em um evento, quando os pais deixam as crianças no berçário, etc.
  3. Texto para Conectar: uma palavra-chave para os convidados que visitam a igreja pela primeira vez serem adicionados ao seu sistema de follow-up por 6 semanas (ou seja, eles receberão mensagens da igreja nos dias posteriores à primeira vez no culto).

#3 – Aumente a sua participação, convidando seus membros para uma série de sermões com lembretes de texto

Isso é super simples. Basta enviar uma mensagem rápida na quarta-feira e no sábado, convidando-os para sua nova série, assim eles irão manter o seu pedido em mente enquanto planejam o fim de semana. Temos visto um salto significativo no atendimento de igrejas que implementam essa estratégia.

#4 – Follow-up com seus convidados por 6 semanas

Não deixe seus convidados passarem pelas rachaduras. Enviar 1 ou 2 mensagens após a visita não são suficientes. Eles precisam de várias mensagens ao longo de um período de seis semanas para manter você na mente a cada semana.

#5 – Envie mensagens de agradecimento aos seus voluntários

Depois de um evento ou até mesmo de um culto de domingo, envie uma mensagem rápida para seus voluntários dizendo “Obrigado por usar seus dons e passar sua manhã servindo na Igreja! Você é especial! ” Isso ajuda muito a fazer com que seu pessoal se sinta valorizado.

#6 – Priorize a comunicação com a futura geração da igreja, a juventude

Os jovens estão constantemente em seus telefones. É uma das maneiras mais fáceis de se conectar a eles ou ver como a semana está indo. Basta enviar uma mensagem rápida perguntando se há alguma coisa pela qual sua equipe possa estar orando por eles. Além disso, se eles devem trazer algo para o grupo de jovens na quarta à noite, é uma maneira rápida e fácil de lembrá-los.

#7 – Mantenha os pais no circuito

Uma das maneiras mais poderosas de ajudar a sua igreja a prosperar é promover um relacionamento saudável entre pais e filhos. As famílias olham para a igreja em busca de orientação à medida que criam seus filhos e quer melhor maneira de conectá-los? Tudo o que você precisa fazer é enviar uma mensagem rápida aos pais sobre o tópico que você está estudando no grupo de jovens e talvez algumas perguntas que eles possam fazer. E, como um bônus, se você realmente precisa que sua juventude traga algo para agrupar ou chegue a tempo para um passeio, mantenha os pais informados.

#8 – Envie mensagens personalizadas

Faça mensagens pessoais. Não apenas usando o nome deles, mas da maneira como você escreve. Escolha uma pessoa em sua congregação e escreva suas mensagens como se você estivesse escrevendo apenas para elas. As pessoas podem farejar mensagens falsas e automatizadas a uma milha de distância. Use uma voz genuína em suas mensagens para que as pessoas saibam que você está falando diretamente com elas e que você se importa.

#9 – Use sistemas de check-in digital em eventos

Quando você usa um check-in digital em um evento, é uma maneira privilegiada de reunir suas informações para que você possa convidar as pessoas para a igreja no domingo. Os eventos de divulgação são poderosos, mas, se você não tem como acompanhar as pessoas que vêm, é difícil estabelecer uma conexão mais profunda que as faça chegar ao seu serviço ou se conectem à sua comunidade.

#10 – Envie mensagens curtas que promovam uma ação de acompanhamento

Promova ações com mensagens de texto curtas que direcionam as pessoas para mais informações no seu site ou na caixa de entrada delas. Envie uma mensagem curta e intrigante, com um link para o seu site, ou peça que eles verifiquem seus e-mails para obter mais detalhes. Isso os mantém engajados e conectados, que é o seu objetivo, certo?

#11 – Envolver seus membros de forma mais eficaz, comunicando de forma mais eficaz

Já se cansou de ter eventos que ninguém assiste? Ou não ter trabalhadores de berçário suficientes no domingo de manhã? Envie lembretes por texto ou e-mail para os grupos para que as pessoas estejam no circuito.

#12 – Diversifique sua abordagem à comunicação

Nem toda pessoa vai preferir o mesmo método de comunicação. Então, tem opções! Envie cartas, textos, e-mails, tenha um centro de boas-vindas para que as pessoas possam se aproximar de você, etc. Quanto mais opções, mais oportunidades.

#13 – Tenha um plano para que eles possam gastar menos tempo gerenciando sistemas e mais tempo construindo relacionamentos

Acompanhamento de convidados, envolvimento de membros, novas séries de sermões, eventos, é muito para acompanhar e tentar se comunicar com seu pessoal. Então não! Use fluxos de trabalho automatizados, feitos para você, modelos e estratégias de acompanhamento comprovadas, para que seu tempo seja liberado para as relações reais de construção de trabalho com as pessoas.

#14 – Faça um discurso de boas-vindas

Você pode ser tão bom quanto possível no acompanhamento dos seus convidados, mas se um deles se sentir desconfortável durante o seu serviço (ou seja, sozinho ou ignorado completamente, sem saber o que esperar, etc.), há uma grande probabilidade de ele não retornar. Acreditamos que o discurso de boas-vindas é um ponto crítico durante o serviço para envolver novas pessoas de maneira significativa e não ameaçadora.

E finalmente,

#15 – Lembre-se que estas ferramentas tecnológicas estão aumentando a interação humana, não substituindo-a

Mensagens de e-mail ou qualquer meio de conexão digital não são criados para substituir a interação humana em sua igreja ou em sua comunidade. Estas são ferramentas para manter a conversa em andamento, para que você possa ter essa reunião durante o café ou se conectar com a nova família na próxima semana. Eles estão aqui para trabalhar para você, não para substituí-lo.

Conclusão

Esta lista do Top 15 mostra que você não precisa reinventar a roda quando se trata de se comunicar com as pessoas. Pense nos relacionamentos que você tem em sua vida pessoal e no que os tornou bem-sucedidos. Como você conquistou a confiança, construiu conexão e fez com que eles se sentissem importantes? As igrejas prósperas se comunicam usando os mesmos temas-chave que você usaria para construir relacionamentos duradouros em sua vida pessoal…

Faça perguntas – as pessoas tendem a desligá-lo se tudo o que você faz é pedir coisas ou dizer-lhes para fazer alguma coisa. Você não consegue manter uma conversa sem fazer boas perguntas.

Seja breve – se você tem mais informações que considera importantes, ofereça às pessoas opções sobre onde encontrá-las, para que elas possam digerir isso no tempo delas.

Do coração – toda a sua comunicação com as pessoas, seja escrita ou falada, precisa parecer uma conversa cara-a-cara.

Diga obrigada – demonstrar gratidão, mesmo pelas pequenas coisas, é muito importante.

 

Tyler Smith é o co-fundador da Text In Church, empresa fornecedora de ferramentas de comunicação para igrejas. A Text In Church cria ferramentas de comunicação para o ministério moderno, permitindo que as igrejas se comuniquem fácil e eficazmente com seus membros e convidados. Smith mora com a esposa e seus dois filhos em Kansas City (EUA).

Compartilhe esse texto
QUER VISITAR A CHURCH TECH EXPO 2019?

INSCRIÇÕES GRATUITAS

Church Tech Expo | de 27 a 29 de junho de 2019 | Pavilhão de Exposições do Anhembi - Av. Olavo Fontoura, 1209 Santana – São Paulo/SP